Cultive Temperos em casa

Temperos e ervas podem ser cultivados em casa com facilidade, mesmo para quem não dispõe de muito espaço. Os canteiros de ervas, além de fornecer condimentos a quem os cultiva, também perfumam o ambiente com seus aromas exóticos.

Em áreas reduzidas, as ervas podem ser plantadas em canteiros de até mesmo 30 cm de largura, desde que o local seja bem iluminado, apresente boas condições de irrigação e tenha solo de boa qualidade, de preferência adubado com húmus de minhoca. As regas devem ser realizadas de manhã ou no fim da tarde, evitando-se horários muito quentes e de sol muito forte. temperos-em-casa

As primeiras horas da manhã também são as mais indicadas para a colheita, pois assim é preservado o frescor das plantas. Após colhidas, as ervas podem ser estocadas secas ou congeladas. Para a secagem, coloque pequenos macinhos em um saco de papel e guarde-os durante duas semanas, tempo necessário para que fiquem prontos para o uso. Já o congelamento deve ser feito logo após a colheita, em recipientes próprios para isso.

Várias são as espécies de boa adaptação em canteiros. As principais são o alecrim, o manjericão, o estragão, a camomila, a capuchinha, a cebolinha, a erva cidreira, o hortelã, a menta, o orégano, a pimenta dedo-de-moça, o poejo, a salsinha e a sálvia. A seguir, dicas de plantio e informações sobre algumas delas.

 

eSobre Impacto ambiental   preservação ambiental

 

Temperos que podem ser cultivados em casamanjerona

Coentro (Coriandum sativum) – Como condimento, é usado em frutos do mar. As sementes aromatizam marinados e vinagres e são usadasmentes são colhidas no fim do verão. Atinge 70cm a um metro de altura.

Estragão (Artemísia dracunculus) – Como condimento: usado em pepinos e cebolinhas em conservas, vinagres, aves e peixes frios e molhos. Efeito medicinal contra cólicas menstruais.

Cultivada em locais ensolarados e solos férteis e drenados. Multiplica-se por mudas de sementes ou pedaços de raiz. Alcança até 60cm de altura.

Louro (Laurus nobilis) – Co condimento, usado no feijão, em peixes e carnes fritas e em marinadas ou molhos. Uso medicinal em casos de inapetência, flatulência, fraqueza orgânica, má digestão, nevralgia e fraqueza neuromuscular. As folhas secas tem sabor mais acentuado do que as frescas.

Pode se manter arbustiva, alcançando de 5 a 7 metros. Adapta-se bem a solos profundos e bem drenados e a locais abrigados do frio. Reproduz-se por estacas ou sementes.

Manjerona (Origanum marjorana) – como condimento é usada em carnes, feijão, molhos, pizzas, vinagre, azeite e saladas. Uso medicinal contra má digestão, gases, falta de apetite, gripes, resfriados, tosses catarrais. É usada também para tonificar os nervos e prevenir a fraqueza sexual, reumatismos e afecções da pele.

Semeia-se na primavera, necessitando renovação das mudas. Cultivada em solos bem drenados e férteis, tolera secas moderadas. Aprecia o sol e multiplica-se por estacas, rizomas ou sementes. Alcança até 50cm de altura. Pode ser usada fresca ou seca, se colhida em plena floração e seca à sombra em locais arejados.

Copyright eSobre - Politica de Privacidade

;